Todos os posts de ACERGS

Sobre ACERGS

A Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (ACERGS), fundada em 20 de outubro de 1967, é uma instituição assistencial para pessoas cegas ou com baixa visão, sendo dirigida por deficientes visuais. Atua na busca da inclusão de seus usuários na vida comunitária e no mercado de trabalho, através da promoção de oficinas de reabilitação, qualificação profissional, geração de renda e empregabilidade, prática paradesportiva e atividades socioculturais. A ACERGS também é uma entidade de defesa de direitos das pessoas com cegueira e baixa visão e todas as ações desenvolvidas pela instituição visam a autonomia e independência dos deficientes visuais e, assim, geram melhora da auto-estima, autoconfiança e segurança no ir e vir dessas pessoas. Por outro lado, essas ações contribuem para que a família tenha uma melhor compreensão do seu papel em relação à pessoa com deficiência. Uma pessoa cega ou com baixa visão, que acredite em si mesma, que tenha o apoio da família e da sociedade, que receba um treinamento adequado para ter acesso à informação, conhecerá um sentimento denominado dignidade e terá acesso pleno à cidadania.

Grupo de associados da ACERGS lança o livro Histórias de Baixa Visão/ ACERGS RECEBE APOIO DE VOLUNTARIOS DA BRASKEM / TANDENS INVADEM A PEDALADA ZONA SUL/

Grupo de associados da ACERGS lança o livro Histórias de Baixa Visão
OBRA “HISTÓRIAS DE BAIXA VISÃO” SERÁ LANÇADA NA FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE
O livro é uma coletânea de dezenove autores que retratam suas perspectivas de ser e estar no mundo a partir da ótica da baixa visão.
O livro “Histórias de Baixa Visão”, uma publicação da Editora CRV, dá visibilidade às questões relativas à deficiência visual, em especial à baixa visão. A obra é organizada por Mariana Baierle – jornalista da FM Cultura e mestre em Letras –, trazendo relatos biográficos e crônicas de 19 autores acerca de suas experiências com a deficiência visual. O lançamento será na 63ª Feira do Livro de Porto Alegre, Praça da Alfândega (Centro Histórico). Haverá um bate-papo com os autores na Sala Oeste do Santander Cultural, no dia 18 de novembro (sábado), às 15h.
A partir da obra é possível entender que a baixa visão é uma maneira muito própria de enxergar e de se relacionar com o mundo, o que coloca os autores – assim como uma grande parcela da população – em uma posição intermediária entre a cegueira e a visão dita “normal”. Em todo o Brasil temos 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual. Desse total, conforme o último Censo do IBGE, apenas 500 mil são cegas. Os outros seis milhões de indivíduos tem baixa visão, ou seja, um nível de visão inferior a 30%. A pessoa com baixa visão possui um resíduo visual bastante útil em diversas situações cotidianas, não sendo nem uma pessoa que enxerga normalmente nem uma pessoa cega.
Segue em anexo convite para o lançamento, com imagem da capa do livro, e descrição do convite.
Sobre a obra:
http://tresgotinhas.com.br/obra-historias-de-baixa-visao-s…/
Para aquisição do livro:
Durante a Feira do Livro de Porto Alegre, a obra estará disponível no estande 68, da Livraria Mosaíco. É possível adquirí-la também diretamente pelo site da Editora CRV em qualquer parte do país:

Descrição da imagem. Livro Histórias de baixa visão eposto em estande de uma biblioteca. Fom da descrição


https://editoracrv.com.br/…/…/32599-historias-de-baixa-visao
Facebook:
www.facebook.com/historiasdebaixavisao
SERVIÇO:
O quê: Lançamento do livro “Histórias de Baixa Visão” e bate-papo com os autores
Quando: 18 de novembro (sábado)
Local: 63ª Feira do Livro de Porto Alegre – Santander Cultural – sala Oeste
Horário: 15h
Autores: Mariana Baierle (organizadora), Adenirce Davi, André Werkhausen Boone, Ariane Kravczyk Bernardes, Fernanda Cristina Falkoski, Fernanda Shcolnik, Franciele Brandão, Gabriel Pessoa Ribeiro, Gilberto Kemer, Grazieli Dahmer, Heniane Passos Aleixo, Maicon Tadler, Manoel Negraes, Marilena Assis, Rafael Braz, Rafael Faria Giguer, Rafael Martins dos Santos, Renato D’Ávila Moura e Teco Barbero
Apoio: Associação de Cegos do RS (ACERGS), Faders – Acessibilidade e Inclusão,Porta da Toca Estúdio e Som da Luz
Facebook: Livro Histórias de Baixa Visão
Contatos para imprensa:
mariana.baierle@uol.com.br
fone/ whatsapp: 51 98433 7368/ 51 99916 8959

ACERGS RECEBE APOIO DE VOLUNTARIOS DA BRASKEM

Mais do que receber o apoio para a atividade de separação de tampinhas plásticas por cores, a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul, tem recebido o apoio e o carinho dos colaboradores da Braskem. Nesta quarta-feira, 15/11, um grupo de colaboradores e familiares da empresa, juntamente com mais de 30 usuários da associação, realizaram um grande encontro de trabalho e confraternização.

Descriçao da imagem: Grupo que participou da ação. Em frente ao grupo, sacos plásticos com as tampinhas separadas por cores. Fim da descrição.


O grupo separou por cores, organizou, identificou e ensacou 229 kg de tampinhas plásticas em 6 horas de trabalho intenso e gratificante. Além disso, realizou-se um almoço coletivo com todas as pessoas que estavam presentes neste evento colaborativo em prol da Associação, que pretende com a venda desse material, cumprir a meta de fornecer 100 bengalas para pessoas com deficiência visual até o final do ano.
Gratidão e vida longa a essa parceria.
Departamento de Empreendedorismo da ACERGS

TANDENS INVADEM A PEDALADA ZONA SUL
Neste último domingo, 13 de novembro, Em um dia lindo de sol em que São Pedro resolveu trazer para o Pedal da ACERGS, 35 ciclistas com ou sem deficiência visual para tomar as ruas dos bairros Vila Nova, Ipanema, Guarujá, Espírito Santo, Serraria e Ponta Grossa, afim de trilhar o trajeto da Sede Social da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul ate a Sede Campestre do Banrisul, a alegria, desafio e diversão estiveram presentes em todo o percurso.
Apoiados pela escolta da Empresa Publica de Transporte e Circulação, alem da parceria de guias colaboradores da Braskem os quais estiveram auxiliando na condução de 15 bicicletas de dois lugares – Tandens – a atividade, mais uma vez, promoveu a integração através da utilização do espaço publico da cidade de Porto Alegre.
Gratidao a todos e todas participantes

Descrição da imagem: time de ciclistas da Associação a esquerda da foto, em p e atrás de diversas bicicletas de dois lugares deitadas no gramado. A direita a imagem de uma construção da sede social do Banrisul

ASSOCIAÇÃO DE CEGOS DO RIO GRANDE DO SUL ACERGS EDITAL Nº 04/2017 CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA REFORMA DO ESTATUTO SOCIAL

No uso das atribuições estatutárias e na qualidade de Presidente da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul – ACERGS, consoante artigo 28, VI combinado com o artigo 42, caput e § 1º, I, convoco Assembleia Geral Extraordinária à realizar-se dia 02/12/2017 – Sábado, na Sede Social da Associação, localizada na Rua Monte Cristo, 450, Salão Social, Bairro Vila Nova, Porto Alegre/RS, às 09:30 horas em 1ª convocação e trinta minutos após em 2ª convocação, para tratar da seguinte ordem do dia:
– Reforma dos Estatutos da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul.

OBS: Informamos que na ocasião será oferecido almoço gratuito aos associados aptos a participar da Assembleia Geral, nos termos do Art. 40 do presente Estatuto Social, o qual será servido às 13 horas, e, ao qual só poderão usufruir os associados que assinarem a lista de presença no horário limite estipulado para a segunda convocação, e mediante prévia inscrição na recepção da Instituição até as 17 horas do dia 01/12/2017, em conformidade com o disposto neste edital.

Cabe salientar que o parágrafo único, do artigo 40, CAPÍTULO VII – DA ASSEMBLEIA GERAL, do Estatuto da ACERGS, estabelece:

Art. 40 –
§ único – Os associados para participarem da Assembleia Geral deverão estar no pleno gozo dos seus direitos sociais 72 (setenta e duas) horas antes do horário da primeira convocação da respectiva Assembleia Geral”

Porto Alegre/RS, 13 de novembro de 2017.

Gilberto Kemer
Presidente ACERGS

Regularização do BPC para idosos e PCDs

Como todos sabem, agora o beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (conhecido como LOAS) terá de se inscrever junto ao CRAS de sua região no Cadastro Único.
Caso o procedimento não seja realizado, poderá perder o benefício.
A ACERGS junto a FASC realizará o procedimento na Instituição, mas precisamos saber quem necessita atualizar, tendo prioridade os idosos.

Quem necessitar realizar o cadastro, favor ligar para o Serviço Social da ACERGS no número 3225.3816.

Ajude a ACERGS cadastrando-se na nota fiscal gaúcha e indique a Associação.

Há 50 anos, as pessoas com deficiência visual de nosso Estado contam com os serviços oferecidos pela Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (ACERGS). Além de atendimentos gratuitos que não são ofertados pela rede pública, a ACERGS promove acolhimento, autonomia, acesso à cultura e prepara profissionais para o mercado de trabalho.
Graças a esse trabalho, pessoas parcialmente ou totalmente cegas podem descobrir e desenvolver suas potencialidades.
Este ano, a prefeitura de Porto Alegre encerrou o convênio com a Associação, obrigando a ACERGS a suspender as atividades de orientação e mobilidade, ensino do braile, aulas de informática e atendimento psicológico.
Para poder continuar funcionando a ACERGS pede ajuda!!!
Todos podem contribuir, basta cadastrar-se no site da Nota Fiscal Gaúcha e reverter seus pontos para a ACERGS. A cada nota fiscal que for colocada em seu CPF será revertido para instituição. 
Com alguns cliques, você transformará dependência em autonomia e liberdade.
Veja só como é fácil:
1 – Entra no Link do Nota Fiscal Gaúcha:
https://nfg.sefaz.rs.gov.br/Cadastro/CadastroNfg_1.aspx
2 – Preenche o cadastro com os teus dados;
3 – Pesquisa na cidade de Porto Alegre e seleciona “ACERGS” (você pode escolher outras 3 entidades);
4 – Conclui e salva o teu cadastro. Não esquece de guardar tua senha;
5 – Depois, quando fizer compras no RS, pede para digitarem o seu CPF na Nota Fiscal.
Maiores informações podem ser obtidas em http://acergs.org.br/ , pelo telefone 51 3225-3816 ou ainda pelas páginas da Associação no Facebook e Twitter.

OBRA “HISTÓRIAS DE BAIXA VISÃO” SERÁ LANÇADA NA FEIRA DO LIVRO DE PORTO ALEGRE

O livro é uma coletânea de dezenove autores que retratam suas perspectivas de ser e estar no mundo a partir da ótica da baixa visão.
O livro “Histórias de Baixa Visão”, uma publicação da Editora CRV, dá visibilidade às questões relativas à deficiência visual, em especial à baixa visão. A obra é organizada por Mariana Baierle – jornalista da FM Cultura e mestre em Letras –, trazendo relatos biográficos e crônicas de 19 autores acerca de suas experiências com a deficiência visual. O lançamento será na 63ª Feira do Livro de Porto Alegre, Praça da Alfândega (Centro Histórico). Haverá um bate-papo com os autores na Sala Oeste do Santander Cultural, no dia 18 de novembro (sábado), às 15h.
A partir da obra é possível entender que a baixa visão é uma maneira muito própria de enxergar e de se relacionar com o mundo, o que coloca os autores – assim como uma grande parcela da população – em uma posição intermediária entre a cegueira e a visão dita “normal”. Em todo o Brasil temos 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual. Desse total, conforme o último Censo do IBGE, apenas 500 mil são cegas. Os outros seis milhões de indivíduos tem baixa visão, ou seja, um nível de visão inferior a 30%. A pessoa com baixa visão possui um resíduo visual bastante útil em diversas situações cotidianas, não sendo nem uma pessoa que enxerga normalmente nem uma pessoa cega.
Em anexo o convite para o lançamento e descrição do convite.

Sobre a obra:
http://tresgotinhas.com.br/obra-historias-de-baixa-visao-sera-lancada-na-feira-do-livro-de-porto-alegre/

Para aquisição do livro:
Durante a Feira do Livro de Porto Alegre, a obra estará disponível no estande 68, da Livraria Mosaíco. É possível adquirí-la também diretamente pelo site da Editora CRV em qualquer parte do país:
https://editoracrv.com.br/produtos/detalhes/32599-historias-de-baixa-visao

Facebook:
www.facebook.com/historiasdebaixavisao

SERVIÇO:
O quê: Lançamento do livro “Histórias de Baixa Visão” e bate-papo com os autores
Quando: 18 de novembro (sábado)
Local: 63ª Feira do Livro de Porto Alegre – Santander Cultural – sala Oeste
Horário: 15h
Autores: Mariana Baierle (organizadora), Adenirce Davi, André Werkhausen Boone, Ariane Kravczyk Bernardes, Fernanda Cristina Falkoski, Fernanda Shcolnik, Franciele Brandão, Gabriel Pessoa Ribeiro, Gilberto Kemer, Grazieli Dahmer, Heniane Passos Aleixo, Maicon Tadler, Manoel Negraes, Marilena Assis, Rafael Braz, Rafael Faria Giguer, Rafael Martins dos Santos, Renato D’Ávila Moura e Teco Barbero

Apoio: Associação de Cegos do RS (ACERGS), Faders – Acessibilidade e Inclusão, Porta da Toca Estúdio e Som da Luz
Facebook: Livro Histórias de Baixa Visão
Contatos para imprensa:
mariana.baierle@uol.com.br
fone/ whatsapp: 51 98433 7368/ 99916 8959

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO CELEBRA MISSA DE AÇÃO DE GRAÇAS AOS CINQUENTA ANOS DA ACERGS

Na data de 19 de outubro de 2017, a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul, participou da Missa em comemoração aos 50 anos de sua fundação. A celebração foi realizada no Santuário Nossa Senhora do Rosário, localizada no centro da capital gaúcha.
A cerimônia foi conduzida pelo Padre Gelson Ferreira, que convidou os deficientes visuais para fazerem a leitura da Carta de São Paulo aos Romanos, leitura esta procedida pelo Presidente da ACERGS – Gilberto Kemer, e o Salmo 129, lido pela Assessora de Cultura – Bruna Schatschineider; já, as preces do dia, foram proferidas pela associada fundadora e ex-atleta Jolívia Alves de Lima.
Outra idealizadora da ACERGS que fez-se presente na cerimônia foi a associada fundadora e ex-vereadora de Porto Alegre – Bernadete Teixeira Vidal.
O celebrante, Padre Gelson, durante a celebração destacou o importante trabalho desenvolvido pela Instituição, rogando ao Criador Supremo por Esta e, por fim, abençoou-a.

ACERGS 50 ANOS DE TRABALHO E CONQUISTAS

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA REFORMA DO ESTATUTO SOCIAL

ASSOCIAÇÃO DE CEGOS DO RIO GRANDE DO SUL ACERGS

EDITAL Nº 03/2017

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA REFORMA DO ESTATUTO SOCIAL

No uso das atribuições estatutárias e na qualidade de Presidente da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul – ACERGS, consoante artigo 28, VI combinado com o artigo 42, caput e § 1º, I, convoco Assembleia Geral Extraordinária à realizar-se dia 08/11/2017 – terça-feira, na Sede Administrativa da Associação, localizada na Rua Vigário José Inácio, 433, 6º andar – Centro – Porto Alegre/RS, às 18 horas em 1ª convocação e trinta minutos após em 2ª convocação, para tratar da seguinte ordem do dia:
– Reforma dos Estatutos da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul.

Cabe salientar que o parágrafo único, do artigo 40, CAPÍTULO VII – DA ASSEMBLEIA GERAL, do Estatuto da ACERGS, estabelece:

Art. 40 –
§ único – Os associados para participarem da Assembleia Geral deverão estar no pleno gozo dos seus direitos sociais 72 (setenta e duas) horas antes do horário da primeira convocação da respectiva Assembleia Geral”

Porto Alegre/RS, 11 de outubro de 2017.

Gilberto Kemer
Presidente ACERGS

Nota de repúdio ao agente de fiscalização de trânsito da EPTC.

A Associação de cegos do Rio Grande do Sul repudia com veemência as declarações do agente de fiscalização de trânsito da EPTC, proferidas na tentativa de coagir nossos funcionários e apoiadores durante a Marcha da Verdade realizada no dia 09/10/2017.

Tal declaração dizia que:
“vocês estão se aproveitando dos ceguinhos para defender os interesses de vocês.”

1º não temos ceguinhos em nosso quadro de associados ou atendidos Como pode ser conferido na legislação vigente no Brasil, Lei nº 13146 Art. 1º Parágrafo único. Esta Lei tem como base a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, ratificados pelo Congresso Nacional por meio do Decreto Legislativo nº 186, de 9 de julho de 2008, em conformidade com o procedimento previsto no § 3º do art. 5º da Constituição da República Federativa do Brasil, em vigor para o Brasil, no plano jurídico externo, desde 31 de agosto de 2008, e promulgados pelo Decreto Nº 6.949, de 25 de agosto de 2009, data de início de sua vigência no plano interno.
2º somos uma Entidade de cegos e para cegos, que completa no próximo dia 20 de outubro, 50 anos de trabalho e conquistas. Conquistas estas, sempre banhadas a muita luta;
3º lamentamos o desconhecimento e preconceito de um empregado público em pleno exercício de suas atribuições para com o seu público alvo, portanto representando a EPTC;
4º aguardamos posicionamento desta empresa, a fim de desfazer a impressão de ser este o pensamento da Empresa Pública de Transporte e Circulação, consequentemente da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Porto Alegre, 10/10/2017

ACERGS 50 ANOS DE TRABALHO E CONQUISTAS

CONSELHO ADMINISTRATIVO
Gilberto Kemer – Presidente

NOTA DE ESCLARECIMENTO DISTRIBUIÇÃO INGRESSOS SHOW PAUL MCCARTNEY

NOTA DE ESCLARECIMENTO

DISTRIBUIÇÃO INGRESSOS SHOW PAUL MCCARTNEY
DIA 13 DE OUTUBRO DE DOIS MIL E DEZESSETE
ANFITEATRO BEIRA RIO

A Associação de Cegos do Rio Grande do Sul ACERGS, organização da sociedade civil de direito privado, Entidade beneficente, sem fins lucrativos, que calca suas ações nos valores de qualidade, transparência e isonomia na oferta de atendimentos e prestação de serviços de reabilitação e promoção da defesa de direitos das pessoas cegas e com baixa visão no Estado do Rio Grande do Sul, e, nos princípios da legalidade, da impessoalidade, da moralidade, da publicidade e da eficiência, vem esclarecer:

1. – A ACERGS recebeu da Produtora Cultural Farfan T4F, responsável pela realização do show de Paul McCartney em Porto Alegre, uma carga de 12 (doze) ingressos a serem repassados, de forma gratuita, a seus usuários, colaboradores e associados, sendo 8 (oito) destinados a pessoas cegas e com baixa visão e 4 (quatro) a pessoas com visão (guias/acompanhantes).

2. – Os ingressos foram ofertados, por meio de sorteios, distribuídos em 5 (cinco) grupos constituídos da seguinte forma:
a)Conselho Administrativo: 2 (dois) ingressos;
b)Conselho Fiscal e Deliberativo: 1 (um) ingresso;
c)Quadro Associativo: 3 (três) ingressos;
d)Esporte: 2 (dois) ingressos; e
e)Colaboradores: 4 (quatro) ingressos.

3. – Os grupos constantes do item anterior, alíneas de A a D, compôs-se por pessoas cegas e com baixa visão.

4. – O grupo constante da alínea E foi composto pelos funcionários, estagiários e voluntários com maior frequência e tempo de trabalho voluntário na Instituição.

5. – Todos os postulantes concorreram somente ao sorteio no grupo no qual foram alocados.

6. – No grupo do quadro associativo só concorreram os associados em pleno gozo de seus direitos associativos.

7. – Foram realizados 2 (dois) sorteios, os quais, foram transmitidos ao vivo pelo facebook da ACERGS.

8. Os ingressos foram dispostos em 5 (cinco) envelopes, 1 (um) atinente a cada grupo, conforme item 2.

9. – A lista dos 12 (doze) contemplados com os ingressos consta publicada na página da ACERGS no facebook.

Sem mais.

Cordiais saudações

ACERGS 50 ANOS DE TRABALHO E CONQUISTAS

A DIRETORIA
Gilberto Kemer – Presidente

Marcha de cegos parou o trânsito no centro de Porto Alegre e foi até a Prefeitura em protesto pelo fim do convênio com a Acergs

Na manhã dessa segunda-feira (9/10), cerca de 60 cegos percorreram ruas do centro da capital, interromperam o trânsito da Salgado Filho nos dois sentidos e, em caminhada, foram até a Prefeitura Municipal para protestar contra o encerramento do convênio com a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (Acergs). 

Descrição das imagens: Maifestantes da marcha da verdade interrompendo o trânsito da avenida Salgado Filho, mostrando banners e cartazes. Na segunda imagem os manifestantes estão com as bengalas apontadas para o alto falando palavras de ordem Fim da descrição.

Em maio deste ano, quando o convênio estava com pagamentos atrasados, a Acergs já havia realizado a Marcha das Bengalas e na oportunidade as autoridades que receberam o grupo se comprometeram em avançar na negociação pela renovação do convênio. Porém, apesar de conseguir colocar em dia os valores devidos na época, a prefeitura evitou formalizar a renovação e sinalizou para a possibilidade de renovar ou de se fazer novo convênio, o que não ocorreu.

Descrição da imagem: Associada e conselheira da ACERGS Santa Marta Nunes, está na escadaria da Prefeitura de Porto Alegre e segura um cartaz escrito:” Prefeito abra os olhos não somos invisíveis”. a palavra olhos está ilustrada  com o desenho de dois olhos na frase. Fim da descrição

Desta vez foram recebidos pela secretária do Desenvolvimento Social de Porto Alegre, Maria de Fátima Paludo que insistiu na justificativa de que não houve renovação porque o pedido não foi feito dentro do prazo legal. Para o presidente da Acergs Gilberto Kemer, esta justificativa é inadmissível. “Temos registros dos e-mails enviados aos órgãos competentes com pedidos de agenda para tratar da renovação do convênio, além de diversos telefonemas e envio de documentos comprovando através de relatórios a utilização dos recursos em atividades de reabilitação que são fundamentais para que o deficiente visual esteja de fato incluído na sociedade”.

A secretária afirmou, ainda, que um edital será aberto para que outras instituições possam atender e que será decidido no critério de menor preço. Neste momento os diretores da Acergs informaram que não existe instituição com atendimento completo como o prestado pela associação. Maria de Fátima Paludo solicitou, então, que a Acergs prepare um documento que comprove a diferenciação dos serviços ofertados. “Até existem entidades que atuam com determinados atendimentos, mas não de forma integrada. Podemos documentar e comprovar que apenas a Acergs oferece atendimento tão amplo. Nosso trabalho é contínuo”, afirmou o presidente Gilberto Kemer.

Ao sair da reunião, Kemer resumiu o encontro e os próximos passos. “Estão suspensas as atividades até então custeadas pelo convênio e isso nos deixa muito tristes, mas seguiremos buscando alternativas e apelando para que o poder público encontre solução. O que estamos pedindo não é nenhum favor. Realizamos atendimentos gratuitos que não são ofertados pela rede pública e que, além de acolhimento, a Acergs oferece autonomia, acesso à cultura, prepara para o mercado de trabalho há meio século. Se há vontade política como diz a secretária, há de haver uma forma de solucionar esta demanda”, desabafou.

As atividades oferecidas pela Acergs suspensas são: orientação e mobilidade, ensino do braile, aulas de informática e atendimento psicológico.
Assessoria de imprensa:

 

LUCIANA FAGUNDES
(51) 99380 0051