Comunicado ACERGS – Fim do atendimento ao passe livre-esclarecimentos aos associados e usuários

A Associação de Cegos do Rio Grande do Sul, ACERGS, entidade sem fins lucrativos que a 53

anos atua na defesa dos direitos das pessoas com deficiência visual, informa que, em razão da não possibilidade de estabelecer convênio junto a Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades FADERS Acessibilidade e Inclusão, para fornecimento da carteira do Passe Livre Intermunicipal, descontinuará a prestação dos serviços de atendimento, recepção e juntada de documentos e entrega da carteirinha a pessoas cegas e com baixa visão a partir de 06 de julho de 2020.

Breve Histórico:

Há mais de quinze anos, a ACERGS vem colaborando e arcando com os custos de parte do processo de fornecimento das carteiras de isenção do transporte coletivo estadual. Embora a Lei Nº 11.664, de 28 de agosto de 2001 e seu Decreto regulamentador Decreto Nº 42.410, de 29 de agosto de 2003 não estabeleçam este serviço como competência da ACERGS, objetivando a manutenção do serviço já tradicional na entidade e buscando facilitar o acesso ao benefício pelas pessoas cegas e com baixa visão, esta, através de seus representantes legais, procurou a FADERS apresentando-lhe o TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, de 23 de julho de 2019, no intuito de firmar um convênio capaz de subsidiar a execução do trabalho.

Após cinquenta dias do encaminhamento do TERMO supra referido, obteve-se a seguinte resposta:

—–Mensagem original—–

De: faders

Enviada em: Terça, 01 de Outubro de 2019 16:20

Para: Presidente ACERGS

Assunto: Re: TERMO DE COOPERAÇÃO

Senhor Gilberto,

De ordem do Presidente desta Fundação, Marco Antônio Lang, informamos   a impossibilidade de celebração do Termo de Convênio proposto pela ACERGS, conforme parecer da Assessoria Jurídica da Fundação.

Cumpre esclarecer que todo e qualquer repasse de recursos, sejam eles financeiros ou materiais, da Administração Pública a um terceiro, precede de Lei autorizativa, lei específica que deve autorizar o ente público a conceder verba à entidade específica.

A falta de lei constitui vício e pode resultar em penalidades aos envolvidos, tanto ao Poder Público como à entidade beneficiada, que comumente traduzem-se em multas, devolução de valores, proibição de receber novos recursos.

Além disto, toda a administração pública estadual trabalha sob a vigência do Decreto de Contenção de Gastos, o qual estabelece uma série de vedações, bem como prevê em seu Artigo 7º um planejamento de redução de despesas em 25%, incluindo até mesmo as essenciais como luz e água, o qual à FADERS já apresentou à JUNCOF.

Diante do exposto, justificamos nosso indeferimento à parceria proposta.

Porém, independentemente desta impossibilidade, reconhecemos a importância do trabalho desenvolvido pela ACERGS e nos colocamos à disposição para auxiliá-los no que for possível.

Atenciosamente,

Renata Prochnow Sanches

Assessoria de Gabinete

Gabinete da Presidência

Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para

Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul

FADERS – Acessibilidade e Inclusão

Importante salientar que além da resposta infra transcrita, no dia 25 de junho de 2020 em reunião com esta Fundação, representada por seu Diretor-Administrativo e seu Presidente, e com a Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos SJCDH, representada pelo Secretário, obtivemos posicionamento similar.

Ponderamos que inversamente ao aludido em resposta procedida por esta respeitável Fundação o DECRETO Nº 42.410, DE 29 DE AGOSTO DE 2003 em seu art. 14 dispõe:

Decreto Nº 42.410, de 29 de agosto de 2003 […]

Art. 14 – O DAER, a Secretaria da Saúde, a METROPLAN e a FADERS poderão elaborar convênios e/ou termo de delegação de competência com órgãos ou entidades, a fim de facilitar a emissão do passe livre.

[…]

E a LEI Nº 11.666, DE 6  DE SETEMBRO DE 2001 (art. 3º – Parágrafo Único, incisos VII e VIII) estabelece:

Lei Nº 11.666, de 6 de setembro de 2001

[…]

Art. 3° – O artigo 5º da Lei nº 8.535, de 21 de janeiro de 1988, passa a vigorar com a seguinte redação:

[…]

Parágrafo único – Também compete à Fundação:

[…]

VII – firmar acordos e convênios de cooperação técnica e/ou financeira com as entidades legalmente registradas, representativas ou vinculadas às Pessoas Portadoras de Deficiência e às Pessoas Portadoras de Altas Habilidades;

VIII – articular suas ações com as entidades públicas ou privadas congêneres ou complementares, podendo, inclusive, firmar convênios.”

[…]

      Ao mesmo tempo, a ACERGS informa que somente no Exercício 2019 foram realizados, em média, 200 (duzentos) atendimentos por mês, a um custo mensal estimado de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos Reais) para a Associação. Os custos destes serviços refletem, principalmente, a necessidade de contratação de 1(um) colaborador capacitado, pagamento de tarifas de energia elétrica, telefone e internet, gastos com material de expediente bem como dispêndios com manutenção do espaço de atendimento, tais como: climatização da recepção e higienização de sanitários.

      Por todo o exposto, consoante decisão do Conselho Administrativo da entidade, a partir de 06 de julho de 2020, a ACERGS não realizará mais os serviços de atendimento, recebimento de documentos e entrega alusivas a carteira do passe livre Intermunicipal.

      Sem mais.

      Cordialmente

Conselho Administrativo ACERGS

      Gilberto Kemer – Presidente

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
1

COMUNICADO RETOMADA DOS ATENDIMENTOS

Comunicamos que desde a última segunda-feira, (15 de junho), retornamos a prestação de serviços e realização de atendimentos. Neste momento, e, por tempo indeterminado, o expediente se dará às segundas, quartas e quintas-feiras, no horário das 13 horas às 18 horas.

Os atendimentos serão exclusiva e especificamente para encaminhamento do Passe Livre Intermunicipal e retirada de carteirinhas; recebimento de tampinhas plásticas; atualização de contribuições associativas; recebimento de doações; e atendimentos socioassistenciais, psicológicos e de tecnologia assistiva.

No condizente aos atendimentos socioassistenciais, psicológicos e de tecnologia assistiva, estes serão realizados de forma individualizada e mediante prévio agendamento pelos respectivos profissionais ou por meio da Recepção pelo telefone (51) 3225-3816, sempre no horário do expediente vigente, como acima informado.

Por fim, salientamos que ao acessarem as dependências da Instituição e durante os atendimentos todos deverão observar os procedimentos de prevenção e combate ao coronavírus COVID-19 estabelecidos pelos decretos governamentais e pelos órgãos sanitários.

      CONSELHO ADMINISTRATIVO ACERGS

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
1

Comunidade e ACERGS promovem ação solidária durante Pandemia do coronavírus

Enquanto o mundo todo luta para vencer o corona vírus, o sentimento de solidariedade também ganha força em meio a comunidade gaúcha que sempre olha pela Associação de Cegos do Rio Grande do Sul.

Com essa disposição e espírito, em ação que aconteceu a partir do dia 15 de maio,voluntários, colaboradores, amigos, Órgãos estatais e empresas promoveram uma verdadeira força do bem para que cerca de 150 sextas básicas e 300 l de leite pudessem ser doados e direcionados a pessoas que, no atual contexto, precisam deste importante auxílio.

Nada disso seria possível sem um esforço e entrega de cada um que entendi a necessidade de olharmos para o próximo e estendermos o mínimo de solidariedade em favor de dignidade, registrou o presidente da ACERGS Gilberto Kemer.

Assim, além das pessoas que foram diretamente alcançadas pela ação, também as instituições da Casa Lar do Cego idoso e a Clínica Esperança, que atende crianças em situação de violência e abandono, Puderam receber essas importantes doações. .

Por isso agradecemos nominalmente:

Banco de alimentos
coordenadoria da Pessoa com deficiência e do Departamento de direitos humanos e cidadania da secretaria de Justiça, cidadania e direitos humanos do Rio Grande do Sul
influêncer Luciana Mendina

Motoristas:

Marcelo Eduardo de Souza Soares
Vilmar Vieira
Roberto Nunes Figueiredo
Raquel Soares Ouriques
Ana Paula Rezende
Maximiliano Cardoso
William Deporte
Roberto Nunes Figueiredo
Raquel Soares Ouriques
Marcelo Martins Marchizio
Ana Paula Rezende
Ricardo Ribeiro
Rubens Paim Cruz Neto
Marcelo Foscarini
Antonio Marcos Bueno Teixeira
Dayane Oliveira
Marta Graciele Aurélio de Souza
Anderson de Lima Bittencourt
José Gilcemar Oliveira Pereira
Ulisses Silva monteiro
Ademilson Oliveira
Fabio Cunha
Gustavo Custodio
Luis Perotto
Márcio Soares da Silveira
Cleber Teixeira

Grupos:

Jacks Bauer 24hs
💯 Rota
Brothers Drives
Equipe 01
Família do Asfalto

#VaiPassar #Use máscara

Descrição da imagem: foto de salão com dezenas de sacolas brancas de cestas básicas ao chão. Fim da descrição
Descrição da imagem: pessoa carregando um fardo de caixas de leite com porta malas de carro aberto à sua frente
Fim da descrição
Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
11

Comunicado

O conselho Administrativo da Associação de cegos do Rio Grande do Sul vem por meio desta mensagem informar, que as atividades na sede administrativa da instituição continuarão suspensas até o dia 13 de abril de 2020.

A diretoria deseja o bem-estar de todos e torce para que toda essa situação seja solucionada o mais rápido possível.

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
1

COMUNICADO IMPORTANTE

Informamos que os atendimentos realizados na sede administrativa da ACERGS estão suspensos temporariamente.

O objetivo é evitar a propagação e o contágio de pessoas, pelo COVID-19 (Corona vírus), tendo em vista que há muitos usuários de grupos de riscos, baixa imunidade e outros comprometimentos.

O funcionamento será reestabelecido a partir do dia 06 de Abril de 2020.

Reforçamos o que devem-se tomar os cuidados necessários, como: Lavar as mãos e evitar locais fechados com grandes aglomerações.

Agradecemos a compreensão!

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
2

Seja um Mantenedor e colabore com a ACERGS

Conheça os benefícios do mantenedor ACERGS e ajude inúmeras pessoas cegas e com baixa visão que dependem de nós, tudo isso, através de pequenas contribuições mensais, que você pode escolher.

Mantenedor ouro: R$100,00

Mantenedor prata: R$50,00

Mantenedor bronze: R$20,00

Clique aqui e faça o seu cadastro!

Entre em contato e saiba essa e outras formas de ajudar

Descrição da imagem: Banner da campanha tem fundo azul. Um homem e uma mulher caminham, o homem está usando uma bengala e a mulher está segurando no braço esquerdo do  homem. Na parte superior está escrito em cor laranja, Quem vê não fica de fora e na cor lilás, Acergs incluindo e transformando vidas. Colabore com a gente, seja um mantenedor. Fim da descrição.
Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
3

Visita da Fundação Dorina Nowill na ACERGS para apresentar o Lego Braille Bricks

Representada pela senhora Regina Fátima Caldeira de Oliveira e Ika Fleury, estiveram na manhã de hoje, apresentando o Lego Braille Bricks.
Um brinquedo que educa, diverte e inclui. Essa é a proposta do Lego Braille Bricks, uma versão inclusiva dos famosos blocos de montar para crianças com deficiência visual. O Lego Braille Bricks foi desenvolvido pela Fundação Dorina em parceria com a Lego Foundation e Grupo Lego.

Nesta nova versão, os pinos das pecinhas representam o alfabeto braille, tornando-se uma poderosa ferramenta para alfabetização e lazer de crianças cegas. Além disso, cada bloco também traz a respectiva letra impressa, justamente para que todas as crianças – com ou sem deficiência, possam aprender e se divertir juntas!

A presidente do comitê Braille Bricks da Fundação Dorina, Ika Fleury e a coordenadora de revisão de texto em braille Regina de Fátima, irão na tarde de hoje, apresentar para o Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan e equipe técnica, o Lego Braille Bricks, para quem sabe introduzir está ferramenta de alfabetização nas escolas municipais de Porto Alegre.
Nós aqui da ACERGS estaremos na torcida.

Descrição da imagem: Foto em orientação paisagem com 6 pessoas. 
Todos estão sorrindo e algumas delas, estão manuseando as peças de lego. Fim da descrição.

Fonte: https://www.fundacaodorina.org.br/blog/fundacao-dorina-e-lego-lancam-braille-bricks/

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
3

Campanha Casco de Cabeça do Pedal da ACERGS: Nos ajude doando um capacete

Ao longo dos 4 anos de atividade do Pedal da ACERGS, o pequeno grupo que começou esse projeto com uma bicicleta Tanden (dois lugares) e 15 pessoas com deficiência visual observou esse incrível trabalho crescer e contagiar centenas de pessoas. Para tanto, importante destacar que a contribuição pessoal , de organizações e de empresas parceiras ajudaram e seguem ajudando na manutenção do grupo e das próprias bicicletas.

Assim, contando com esse espirito colaborativo, fraterno e solidário, o grupo de ciclismo da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul, o Pedal da ACERGS, recorre mais uma vez aos amantes do Planeta Bicicleta e lança a campanha Casco de Cabeça do Pedal da ACERGS!:

Nos ajude doando um capacete.. A iniciativa tem como objetivo arrecadar 20 capacetes novos ou usados em bom estado de conservação para serem fornecidos aos ciclistas cegos e com baixa visão, sem condições financeiras de adquirir esse importante item de segurança.

Os rolês do grupo Pedal da ACERGS acontecem uma vez por mês, preferencialmente aos domingos pela manhã e somam em média 40 pessoas entre bicicletas tradicionais e tandens. Venha participar conosco pedalando e se puder doando um capacete.

Caso você prefira doar esse item de segurança em nossa Sede localizada na Rua Vigário José Inácio 433, 6º andar, nos visite das 12h Às 18h, segunda a sexta-feira, para efetivar a doação.

Para informações sobre as atividades do grupo, contatar com a coordenação do Pedal da ACERGS, celular/whatsapp 51 99916 8959 ou pelo telefone 51 3225 3816.
Contamos com a ajuda de todos os amigos amantes do ciclismo para conseguirmos arrecadar esses 20 capacetes.

Descrição da imagem: cartaz digital da campanha de doação dos capacetes. Fundo branco com os textos alusivos a ação com uma tarja horizontal mostrando dois rostos lado a lado com capacetes. Fim da descrição
Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
2

Areias de Atlântida iniciam temporada de atletismo com o time da ACERGS

Na tarde do último sábado (8) foi dada a largada para a temporada 2020 do Circuito SESC-RS de Corridas de Rua, tendo sua tradicional 1° Etapa na praia de Atlântida Sul. A prova teve inicio as 16 horas e 30 minutos e contou com aproximadamente 700 corredores profissionais e amadores que se desafiaram em um percurso misto de asfalto e areia da praia, nas distâncias de 1km e 2km (infantil) e 3km, 5km e 10km (Adulto) nas categorias Comerciário, Público Geral e Deficiente Visual.

Pelo quarto ano seguido a Associação de Cegos do Rio Grande do Sul participa desta corrida que abre o calendário do Circuito de Corridas do SESC-RS e sempre com bom número de participantes. Nesta prova a ACERGS foi representada por 09 paratletas, sendo 05 masculino 02 feminino na categoria Deficiente Visual e na categoria Público Geral 60 a 69 anos foram 01 nos 5km e 01 nos 10km.
E para este ano o Ranking Estadual da categoria Deficiente Visual promete ser muito disputado, pois está aumentando o número de participantes bem como o potencial dos corredores.

Nossos paratletas foram guiados pelos atletas-guias parceiros do Projeto Sexto Sentido RS que também compareceu em grande número, fortalecendo ainda mais a parceria. Um dos destaques foi a participação pela primeira vez dos filhos dos atletas-guia na categoria Infantil.

E o grande destaque da prova nos 5km foi a disputa pelo lugar mais alto do pódio, onde os paratletas William Moura guiado por Flávio Roza e Anderson Abreu guiado por Darciso Rossato após percorrerem o percurso praticamente lado a lado e na reta final aumentaram a velocidade e ao cruzarem a linha de chegada William sagrou-se campeão com a diferença de 1 segundo, logo atrás 17 segundos depois completando o pódio Matheus Baldin ficou com bronze.

Confira os resultados:

5km – Categoria Deficiente Visual
Masculino
1° Lugar – William Moura e Guia Flávio Roza – Tempo 00:23:06
2° Lugar – Anderson Abreu e Guia Darciso Rossato – Tempo 00:23:07
3° Lugar – Matheus Baldin – Tempo 00:23:25
4° Lugar – Anderson Wassian e Guia Felipe Pacheco / Elizeu Souza – Tempo: 00:24:28
5° Lugar – Glailton Winckler e Guia Fabio Liedtke – Tempo 00:27:25

Feminino
1° Lugar – Thais Furtado e Guia Luciano Stankowski – Tempo 00:24:10
2° Lugar – Isoleide Baldin e Guia Jucelene Mezzomo – Tempo 00:42:17

5km – Categoria Comerciário 35 a 39 anos
Masculino
2° Lugar – Luciano Stankowski – Tempo 00:24:10

5km – Público Geral 60 a 69 anos
Masculino
7° Lugar – Egídio Thomaz e Guia Maria de Fátima Souza – Tempo 00:36:13

10km – Público Geral 60 a 69 anos
Masculino
6° Lugar – Guaracy Machado e Guia Elizeu Souza – Tempo 00:55:10

1km – Categoria Infantil
Masculino
4° Lugar – Matteus Lima Oliveira – Tempo 00:05:09 (filho Jucelene)
Feminino
2° Lugar – Lívia Stankowski – Tempo 00:06:07 (filha Luciano)

2km – Categoria Infantil
Feminino
3° Lugar – Isabelle Stankowski – Tempo 00:15:47 (filha Luciano).

Para o este ano o Ranking Estadual para a Categoria Deficiente Visual continuará com os mesmos critérios, onde os paratletas irão somando pontos ao longo das 19 etapas de acordo com sua classificação em cada uma delas e como premiação o campeão e a campeã receberão o troféu e um final de semana com acompanhante em um dos hoteis do SESC-RS.

A participação nesta prova foi uma ação do Departamento de Esportes da ACERGS em parceria com o Projeto Sexto Sentido RS/Grupo IESA e com o SESC-RS/FecomerciosRS.

Descrição imagem: Foto em orientação paisagem. Momento em que é dada a largada da categoria Deficiente Visual e todos os paratletas da ACERGS e seus atletas-guias do Projeto Sexto Sentido RS iniciam a prova.

Descrição imagem: Foto em orientação paisagem. Momento em que é dada a largada da categoria Deficiente Visual e todos os paratletas da ACERGS e seus atletas-guias do Projeto Sexto Sentido RS iniciam a prova.
Fim da descrição.

Departamento de Esportes e Cultura ACERGS
2° Vice-Presidente – Glaiton Winckler da Silva
E-mails: esportes@acergs.org.br – cultura@acergs.org.br
Fone/Whatsapp: (51) 985283270

Comunicação ACERGS
Coordenação Rafael Martins dos Santos
Texto: Matheus Baldin de Lucas

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
1

Atletismo da ACERGS escreve história nas areias do Litoral Gaúcho e supera a TTT 2020

Neste sábado (25), aconteceu no Litoral Norte Gaúcho, a 16° Edição da Travessia Torres Tramandaí, sendo esta uma das mais difíceis e desafiadoras Ultra Maratonas do Brasil, onde centenas de atletas percorrem 82km Solo (um corredor) ou distribuídos em modalidades de revezamento: Dupla (dois corredores), Quarteto (quatro corredores) e Octeto (oito corredores)

O ponto de largada foi a Praia de Torres, por volta das 7h00 da manhã e o de chegada foi Tramandaí, próximo a barra de Imbé.

Destaca-se que para os corredores iniciantes foi oportunizado a modalidade do Trote, na qual centenas de corredores percorreram 5km de Capão da Canoa até Atlântida em ritmo de corrida leve.

Por meio do grupo de Atletas-guias do Projeto Sexto Sentido RS, com patrocínio master do Grupo IESA/Renault e apoiadores, convidaram os atletas da modalidade de Atletismo da Associação de Cegos do Rio Grande do Sul (ACERGS) para participarem do revezamento de Quarteto, Octeto e no Trote.

Esta foi a primeira vez em que um grupo de corredores com Deficiência Visual e Atletas-guia participaram de uma edição da TTT, marcando e escrevendo mais esse feito nas areias do Litoral entrando assim para a história do esporte gaúcho.

Confira os trechos, distâncias e os tempos de cada Atleta da ACERGS e Guias do Sexto Sentido RS:

Quarteto – Tempo Total 08:09:02 – Ritmo Médio 06:02

1° Trecho – 22,3km (Torres até Rondinha)
Guaracy Machado Fernandes e Guia Luciano Stankowski – 12,1km Tempo 01:14:44 Ritmo 06:12 – 10,2km Tempo 01:01:54 Ritmo 06:06

2° Trecho – 24,3km (Rondinha até Capão Novo)
Paulo Alexandre Ribeiro da Rosa e Guia Rafael da Silva Motta – 16,3km Tempo 01:35:45 Ritmo 05:53 – 8km Tempo 00:50:54 Ritmo 06:22

3° Trecho – 18,4km (Capão Novo até Arpoador)
Marcelo Vieira Silveira e Guia Darciso Rossato – 12km Tempo 01:09:44 Ritmo 05:47 – 8,4km Tempo 00:40:22 Ritmo 06:22

4° Trecho – 17km (Arpoador e Imbé)
Matheus Baldin de Lucas e Guia Rafael Pereira de Souza -8,2km Tempo 00:46:10 Ritmo 05:40 – 8,3km Tempo 00:49:32 Ritmo 05:58 Souza de Souza.

Octeto – Tempo Total 09:04:21 – Ritmo Médio 06:43

1º Trecho – 12,1km (Torres até Estrela do Mar)
Oneide de Souza Figueiredo e Guia Maribel Medianera – Tempo 01:20:29 Ritmo 06:41

2º Trecho – 10,2km (Estrela do Mar até Rondinha)
Vera Luiza Bergamo e Guia Ivana Depaoli – Tempo 01:18:18 Ritmo 07:42

3° Trecho – 16,3km (Rondinha até Curumim)
Vilnei Morais da Silva e Guias Fábio Júlio Souza Wolff e Flavio Roza – Tempo 01:39:42 Ritmo 06:07

4° Trecho – 8km (Curumim até Capão Novo)
Sérgio Ivan Taborda e Guias Cristiana de Oliveira Rodrigues e Michele Batista Aver – 00:53:46 Ritmo 06:44

5° Trecho – 12km (Capão Novo até Atlântida)
Thais Furtado Gonçalves e Guia Adriana Rosa Gonçalves – Tempo 01:13:38 Ritmo 06:07

6° Trecho – 6,4km (Atlântida até Arpoador)
Isoleide Baldin Vargas e Guias Jucelene Mezzomo de Lima e Lourdes Maria Alves Nuncia – Tempo 00:59:29 Ritmo 09:23

7° Trecho – 8,2km (Arpoador até Santa Terezinha)
William de Moura Nascimento e Guias Maria de Fátima Garibaldi e Souza e Louis Melecchi Lamb – Tempo 00:44:59 Ritmo 05:31

8° Trecho – 8,3km (Santa Terezinha até Imbé)
Sidnei Ávila de Oliveira e Guia Luis Fernando Santos da Silva – Tempo 00:53:03 Ritmo 06:31

Participaram do Trote de 5km:

Anderson Wassian da Silva e Guia Felipe Pacheco;
Glailton Winckler da Silva e Guia Eliseu Souza;
Guaracy Machado Fernandes e Guia Luciano Stankowski;
Sidney Ávila de Oliveira e Guia Luiz Fernando Santos;
William Moura do Nascimento e Guia Maria de Fátima Souza.
Apoio de Bike: Claudia Guimarães

A participação neste evento foi uma ação do Projeto Sexto Sentido RS que foi convidado pelo idealizador e fundador da TTT senhor Antonio Freire. O Projeto com Coordenação de Luciano Stankowski que contou com o patrocínio master do Grupo IESA/Renault e apoio da SINVAL Transportes, Despachante Miranda e INVESP.

A Diretoria e Departamento de Esportes da ACERGS agradecem ao Projeto Sexto Sentido RS pelo convite e oportunidade de participar deste grande evento.

Descrição da imagem: A foto em orientação retrato apresenta o paratleta William Moura e seu Atleta-Guia Louis correndo. Fim da descrição.
Descrição da imagem: A foto em orientação paisagem apresenta os Paratletas e Atletas-Guias que participaram do Trote reunidos.
Fim da descrição.

Departamento de Esportes e Cultura ACERGS
2° Vice-Presidente – Glaiton Winckler da Silva
E-mails: esportes@acergs.org.br – cultura@acergs.org.br
Fone/Whatsapp: (51) 985283270

Comunicação ACERGS
Coordenação Rafael Martins dos Santos
Texto: Matheus Baldin de Lucas

Gostei
Gostei Amei Haha Uau Triste Bravo
2